Gucci amplia metas de sustentabilidade e reforça seu compromisso com o meio ambiente.

A principal marca do grupo de luxo Kering agora está entre as dez empresas mais sustentáveis do mundo
Gucci continua se esforçando para reduzir as emissões de gases de efeito estufa em toda a sua cadeia de suprimentos.

Na verdade, a marca italiana é neutra em carbono em todas as suas atividades e em toda a cadeia de abastecimento desde 2018.

Ela informou que continuará dando prioridade à redução das emissões, mas que deseja ao mesmo tempo promover o desenvolvimento sustentável em todo a toda a cadeia de abastecimento têxtil para gerar um impacto positivo na biodiversidade e nas mudanças climáticas.

“A evolução da nossa estratégia inclui uma série de ações específicas para mitigar a crise climática, que confirmam nosso objetivo de priorizar a redução de emissões, a fim de nos mantermos neutros em carbono em toda a cadeia de abastecimento.

E estamos investindo na agricultura regenerativa.

Com base na ciência, o novo portfólio de soluções climáticas naturais da Gucci protege e regenera importantes ecossistemas, garantindo a conservação da biodiversidade e os benefícios climáticos para o futuro”,

explica Marco Bizzarri. CEO